| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Ecopress
Desde: 17/03/2000      Publicadas: 26928      Atualização: 01/12/2009

Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


 Eco Watch

  14/08/2008
  0 comentário(s)


Minc anuncia "redução significativa" do desmatamento na Amazônia em julho

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, antecipou nesta quarta-feira (13) a conclusão dos dados que serão apresentados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) sobre o desmatamento na Amazônia brasileira no mês de julho. O levantamento mostrará redução "muito significativa" na devastação da área. O ministro não quis adiantar os números, apenas disse que o resultado, que deverá ser anunciado na próxima semana, se deve a ações de fiscalização e a acordos setoriais.

"Eu credito [a redução] não só ao aumento da fiscalização mas a esses acordos setoriais com as cadeias produtivas que nós temos feito com a madeira, com o minério, com a soja. Em alguns casos, são até mais eficientes os acordos com as cadeias produtivas que apenas a fiscalização direta", disse.

Em junho, o desmatamento na Amazônia foi de 876,80 quilômetros quadrados, área 20% menor do que a registrada em maio (1.096 quilômetros quadrados), segundo dados do Inpe. O recordista foi o estado do Pará, que teve 499 quilômetros quadrados desmatados em junho, contra os 262 quilômetros quadrados observados em maio, um aumento de 91%.

O estado que apresentou maior queda no índice de desmatamento foi Mato Grosso, com 70% a menos do que o registrado em maio. Do total do desmatamento, 66,7% são classificados de corte raso, 25,3% de degradação florestal e 8% de desmatamento não confirmados.

As declarações do ministro foram feitas após assinatura de protocolo entre o Ministério do Meio-Ambiente e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O documento prevê diretrizes para futuros instrumentos de colaboração com o objetivo de viabilizar a produção, o uso e o consumo sustentável dos produtos madeireiros da Amazônia.

Fonte: Agência Brasil



  Mais notícias da seção Desmatamento no caderno Eco Watch
17/10/2007 - Desmatamento - 50% do desmate é em área pequena
Terrenos de até 50 hectares têm mais derrubada de árvore, indicando pulverização da devastação da floresta ...
14/10/2007 - Desmatamento - R$ 15 bi contra apagão florestal
Cálculo prevê investimentos necessários para os próximos 10 anos, feitos por setores que consomem madeira na produção ...
05/02/2007 - Desmatamento - França pode ajudar Brasil contra desmatamento
Diretor de serviço florestal cobra de franceses acesso a satélite, que auxiliaria no combate de emissões de CO2 ...
09/11/2006 - Desmatamento - BRASIL reduz emissão de gás carbônico
A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva: Brasil quer compensação pela redução de 30% no desmatamento das florestas ...
14/09/2006 - Desmatamento - Número de queimadas é o mais baixo desde 2001
Queda de 45,8% resulta de crise agrícola, clima úmido e fiscalização ...
06/09/2006 - Desmatamento - Taxa de desmatamento em queda na Amazônia
Governo anuncia nova redução de resflorestamentopelo segundo ano consecutivo. Mas especialistas alertam: ainda não dá para comemorar...
21/02/2006 - Desmatamento - Mata Atlântica pede socorro no RJ
Desmatamento destrói a floresta, que já ocupou 97% do território do Rio. Fiscalização é mais difícil na Costa Verde ...
09/09/2003 - Desmatamento - Mapa da degradação
A expulsão de população do centro para os extremos de São Paulo na última década, responsável pelo aumento do percentual de excluídos, trouxe também prejuízos ambientais, refletidos sobretudo no intenso desmatamento causado pela ocupação irregular e desordenada da periferia. Mais da metade (60%) de todos os 53,4km² de vegetação significativa em vol...
12/02/2003 - Desmatamento - Índice Verde” mapeia devastação de cidades cariocas
Em 35 anos, os municípios de Cabo Frio, Nova Friburgo, Piraí e São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foram os que mais sofreram com a devastação das florestas primárias e secundárias, perdendo 21%, 20%, 17% e 16% de suas áreas verdes, respectivamente. Os dados são da segunda edição do IQM Verde, uma versão de enfoque ambiental do Índice Qualidade dos Mun...



Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


Busca em

  
26928 Notícias


Parceria
 

Projetos Ambientais

 

Artesanato com fibras vegetais do interior do Amazonas tem mercado internacional

 

Desenvolvimento Sustentável

 

Refreando o consumismo

 

Desenvolvimento Sustentável

 

O "papa" do decrescimento

 

Desenvolvimento Sustentável

 

"Decrescendo"....Parte 1

 

Empresas

 

Imagens CST