| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Ecopress
Desde: 17/03/2000      Publicadas: 26928      Atualização: 01/12/2009

Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


 Eco Watch

  14/08/2008
  0 comentário(s)


Projetos de petróleo e de gás na Amazônia Ocidental ameaçam a biodiversidade e os povos indígenas, diz estudo



São Paulo, SP - A Amazônia Ocidental, região onde se encontra uma a maior parte intacta da biodiversidade da floresta, poderá em breve ser coberta com plataformas petrolíferas e de gasodutos. É o que revela um estudo feito por pesquisadores da Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA), e pelas ONGs norte-americanas Terra é Vida e Salvem as Florestas das Américas.

Segundo a pesquisa, uma área de 688 mil km² na floresta amazônica já está dividida em lotes para exploração de petróleo e de gás natural. Os blocos demarcados coincidem com as áreas mais bem preservadas e de maior biodiversidade da Amazônia. Cerca de 71% desse território fica na Amazônia peruana, mas há regiões no Brasil, na Bolívia, no Equador e na Colômbia. "Descobrimos que os blocos de petróleo e de gás sobrepõem-se com a biodiversidade amazônica - aves, mamíferos e anfíbios", disse o co-autor do estudo, Clinton Jenkins, da Universidade Duke. "A situação de anfíbios é particularmente preocupante, porque eles fazem parte de um dos grupos de vertebrados mais ameaçados do mundo todo."

O levantamento, que será publicado hoje na Public Library of Science, mostra que cerca de 495 mil km² já foram concedidos a empresas para atividades de exploração e produção de petróleo e de gás natural. O resto foi demarcado, mas ainda será leiloado. Nos últimos quatro anos, aumentou o ritmo de demarcação dos blocos para exploração no Peru. Em 2004, eram apenas oito. Hoje, já somam 64. A empresa pública responsável pelo leilão dos lotes é a PerúPetro S.A.

O estudo também constatou que muitos desses blocos localizam-se em terras indígenas e de povos isolados. Estas populações isoladas, por não estarem em contato com outras populações, são extremamente vulneráveis a doenças, devido à falta de resistência natural.

Questões políticas

Na segunda parte do estudo, os investigadores mergulharam na análise dos aspectos políticos relacionados com as atividades de petróleo e gás na Amazônia. Os autores destacaram novas vias de acesso como a maior ameaça individual.

O estudo também aborda as complexas questões políticas relacionadas aos povos indígenas. "A forma como a busca pelo petróleo está sendo feita na Amazônia Ocidental é uma grosseira violação aos direitos dos povos indígenas da região", afirmou Brian Keane, da Terra é Vida. De acordo com o pesquisador, os acordos internacionais reconhecem que os direitos humanos dos povos indígenas têm direito às suas terras e proíbe explicitamente a atribuição de concessões para explorar os recursos naturais nos seus territórios sem o seu livre e prévio consentimento.

No Brasil

Toda exploração de petróleo na região da Amazônia brasileira está concentrada na bacia do Rio Solimões. Duas empresas atuam na região: Petrobras e a argentina Oil M&S. Por enquanto, só o campo de Urucu, pertencente à Petrobras, está em produção. Cerca de 10% da área utilizada para exploração de petróleo na Amazônia ocidental encontra-se no País.


Fonte: Amazonia.org.br.



  Mais notícias da seção Amazônia no caderno Eco Watch
24/07/2008 - Amazônia - Manejo sustentável da Orsa Florestal preserva biodiversidade na Amazônia
Experiência de sucesso na exploração ambientalmente responsável de territórios de floresta amazônica nativa faz da empresa um dos principais nomes do segmento no Brasil ...
14/07/2008 - Amazônia - GRILAGEM NA AMAZÔNIA VIRA LEI
Senado aprova MP que legaliza áreas públicas invadidas e estimula a destruição da floresta...
29/09/2007 - Amazônia - Especialistas cobram proteção da Amazônia
Um dia depois de anúncio do presidente Lula, pesquisadores pedem medidas mais radicais ...
09/09/2007 - Amazônia - Brasil lança neste mês novo satélite para monitoramento territorial
Missão é crucial para que o País continue a ter imagens da Amazônia; instrumentos atuais podem parar de funcionar ...
02/09/2007 - Amazônia - Desmatamento aquece Amazônia em até 4C, diz Inpe
Estudo sugere que derrubada de mais de 40% da floresta muda o clima local, disparando o processo de savanização.Simulação em computador mostrou que troca da mata por lavoura de soja pode reduzir chuvas em até 24% no verão no leste amazônico ...



Capa |  Cadastre-se  |  Eco Watch  |  Eco-Eventos  |  Ecolinks  |  Expediente  |  Newsletller  |  Notícias com Alta Repercussão  |  Notícias com Baixa Repercussão  |  Opiniões  |  Parceria


Busca em

  
26928 Notícias


Parceria
 

Projetos Ambientais

 

Artesanato com fibras vegetais do interior do Amazonas tem mercado internacional

 

Desenvolvimento Sustentável

 

Refreando o consumismo

 

Desenvolvimento Sustentável

 

O "papa" do decrescimento

 

Desenvolvimento Sustentável

 

"Decrescendo"....Parte 1

 

Empresas

 

Imagens CST